Dicas para a alimentação durante o tratamento do câncer de mama

img48

A alimentação é fundamental para a saúde, principalmente para quem está em tratamento de um câncer de mama. Entretanto, a quimioterapia e radioterapia podem afetar o apetite devido aos efeitos colaterais. Embora o médico possa prescrever medicamentos para combater esses desconfortos, é possível também adotar algumas estratégias alimentares para amenizá-los.

Hoje vamos falar sobre os sintomas mais comuns em pacientes que passam por tratamentos quimioterápicos: os enjoos e os vômitos. O enjoo pode durar mais que uma semana depois da quimioterapia.

O ideal é evitar comer até o enjoo e os vômitos cessarem. Para aliviar, tome pequenos goles de água gelada. Mastigar um pedaço pequeno de gengibre também pode ajudar. Depois que você se sentir melhor, é preciso repor os líquidos perdidos. Um caldo leve de legumes com frango, uma bebida isotônica, sucos naturais, água de coco e gelatina são boas sugestões. Porém, procure consumir alimentos sólidos assim que possível, pois uma dieta mais líquida não oferece para o corpo todos os nutrientes necessários.

Outro ponto importante com relação ao enjoo ligado ao tratamento do câncer de mama é que alguns cheiros, inclusive o da comida, podem desencadear o sintoma. Desta maneira, a ideia é contar com pessoas que possam fazer a sua comida. Aproveite também para comer fora de casa, pois outros temperos e sabores diferentes podem abrir seu apetite.

Lembre-se de manter-se hidratada, consumindo por volta de oito copos de água por dia ou mais. A cada acesso de vômito, procure tomar alguns goles de água gelada.

Dicas de quando e o que comer quando você está enjoada:

  • Pequenas porções regulares: O ideal é comer pequenas porções de alimentos em intervalos menores, totalizando de 6 a 8 refeições por dia.
  • Morno é melhor: Evite consumir os alimentos muito quentes, pois o cheiro e o gosto tendem a ser mais intensos. A temperatura ambiente é ideal.
  • Ar fresco: Procure fazer suas refeições em um local mais arejado e fresco, pois o calor piora o mal estar estomacal.
  • Enxague a boca: Faça um bochecho com água antes de comer, pois ajuda a remover possíveis gostos ruins.
  • Comida seca: Uma boa tática para diminuir os enjoos é comer alimentos secos, como bolachas, torradas, cereais, etc.
  • Gelados: Tudo que é gelado também ajuda a reduzir os desconfortos estomacais. Sorvetes de frutas, iogurtes ou frutas geladas, assim como smoothies são ótimas ideias.
  • Evite frituras, doces e gordura: Todas essas preparações podem agravar o enjoo, prefira alimentos mais leves, cozidos, grelhados ou assados.

Lembre-se: A náusea e o vômito são desconfortos passageiros, que cessam com o término do tratamento. Porém, é fundamental alimentar-se bem para a sua recuperação.