Hidroginástica: uma aliada no tratamento do câncer de mama

hidro

Antigamente, acreditava-se que pacientes durante o tratamento do câncer deviam ficar em repouso e reduzir as atividades físicas. Nos dias de hoje, essa recomendação só deve ser seguida caso haja dor, aumento da frequência cardíaca e falta de ar.

 De acordo com diversas pesquisas científicas recentes, a prática de exercícios físicos está associada a uma melhor sobrevida, menor morbidade e melhor qualidade de vida após o diagnóstico do câncer de mama.

Uma boa opção de atividade física para as pacientes que estão tratando a doença é a hidroginástica, que além de trazer bem-estar, promove o condicionamento cardiovascular e muscular, trabalha a coordenação motora, estimula a agilidade e traz a sensação de relaxamento.

A hidroginástica é uma atividade que não gera impactos, por esse motivo, não existe uma restrição para quem deseja praticá-la. Além disso, a água possui algumas propriedades benéficas ao corpo:

– Aumenta as qualidades elásticas dos músculos;

– Estimula a circulação;

– Produz um efeito de sobrecarga, como se a pessoa estivesse utilizando pesos;

Para alcançar os benefícios da hidroginástica é preciso praticá-la ao menos três vezes por semana. Durante os exercícios, é importante manter a coluna ereta, contrair o abdômen e deixar o pé apoiado no chão o tempo todo. Além disso, manter a respiração contínua é fundamental para alcançar os objetivos cardiorrespiratórios.