fitoestrogênios podem não ajudar no combate ao câncer de mama

fitoestrogenicos

Estudo aponta que fitoestrogênios podem não ajudar no combate ao câncer de mama

Há alguns anos, os fitoestrogênios, uma espécie de estrogênio natural encontrado em alimentos como soja, ervilha, feijão e outros grãos, foram considerados benéficos à saúde da mulher, ajudando a combater sintomas da menopausa, como as temidas ondas de calor e a osteoporose, além de reduzir os riscos de doenças cardiovasculares, do diabetes tipo 2, do câncer de mama e outros tipos de câncer.

No entanto, os resultados de um estudo recente publicado no British Journal of Pharmacology mostram que os fitoestrogênios podem não ser tão inofensivos e benéficos para a saúde como se acredita, e as propriedades estrogênicas podem atuar como disruptores endócrinos, ou seja, elas podem desregular o sistema endócrino do organismo, o que resulta em problemas no sistema reprodutivo, neurológico e de crescimento.

Segundo os pesquisadores, os benefícios que os fitoestrogênios podem trazer ao organismo não compensam os possíveis riscos para a saúde, que podem variar dependendo da idade da pessoa, do seu estado de saúde geral e até mesmo da flora intestinal, que, quando desequilibrada, interfere na eliminação do estrogênio do corpo.

Os estudos mostraram que os fitoestrogênios não são mais eficazes do que o placebo no combate às ondas de calor que incomodam as mulheres na menopausa. Além disso, não há evidências que comprovem o efeito benéfico da substância no combate às doenças cardiovasculares e à osteoporose. Mas vale dizer que a soja é um alimento rico em proteína e ácidos graxos, porém, sua ação como remédio ainda precisa ser melhor avaliada e seu consumo deve ser moderado.

Mesmo não havendo dados suficientes que comprovem que os fitoestrogênios podem aumentar o risco de câncer de mama, a recomendação dos pesquisadores é de que as mulheres que já tiveram a doença consultem seu médico antes de consumir produtos que contenham a substância. O consumo destes fitoterápicos em dosagens recomendadas e baixas podem ser utilizados sem preocupações.

Em resumo, como ainda são precisos mais estudos para comprovar os benefícios dos fitoestrogênios, vale manter a saúde em dia fazendo uso de alimentos saudáveis que ajudam a regular o metabolismo e evitar produtos açucarados, industrializados e gordurosos, que desregulam as funções do corpo.