O que você pode fazer para reduzir seu risco de ter câncer

img77

De todos os casos de câncer de mama, apenas 10% estão ligados a fatores hereditários. Os demais têm relação com o estilo de vida que a pessoa leva. Com isso, pequenas mudanças no dia a dia podem fazer toda a diferença quando o assunto é prevenção.

 

Mas, levar uma vida saudável pode também prevenir outros tipos de câncer. Recentemente, o European Code Against Cancer, entidade ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS), lançou 12 atitudes que você pode tomar para reduzir seu risco de ter um câncer.

 

No topo da lista está parar de fumar. O cigarro, comprovadamente, eleva o risco de ter câncer de mama, além de ser responsável por 90% dos casos de câncer de pulmão. Depois do cigarro, está o controle do peso. Vários estudos mostram que mulheres obesas, principalmente na menopausa, têm risco aumentado para tumores nas mamas.

 

Em quarto lugar está a prática de atividade, outro comportamento ligado à prevenção do câncer de mama. Várias pesquisas comprovam, inclusive, que depois do câncer de mama, é preciso continuar a ser ativo para evitar complicações, como recidivas da doença.

 

Claro que uma dieta saudável não poderia ficar de fora da lista. A recomendação é aumentar o consumo de grãos integrais, frutas e verduras, limitando o consumo de alimentos calóricos, ricos em açúcar e gordura. Além disso, é preciso evitar a ingestão de carne vermelha, processada e o excesso de sal/sódio. Recentemente, publicamos aqui no blog um artigo sobre  a relação do consumo de gordura saturada e o câncer de mama.

 

Outro fator de risco bem conhecido para desenvolver um câncer é o álcool. Portanto, a dica é evitar o consumo, afinal pode prevenir o câncer de mama e vários outros problemas de saúde. A lista também incentiva a amamentação como forma de prevenir vários tipos de tumores, além de alertar sobre o aumento do risco de câncer relacionado ao uso de terapia de reposição hormonal.

 

Uma das novidades da lista é a recomendação para vacinar as meninas contra o HPV, responsável pela maioria dos casos de câncer de colo de útero. A vacina contra o HPV é indicada para imunizar meninas de 11 a 13 anos e protege contra as quatro variantes do vírus, que respondem a 70% dos casos desse tipo de câncer.

 

Por último, a entidade encoraja homens e mulheres a fazerem os exames preventivos para os principais tipos de câncer, como intestino (homens e mulheres), mama e câncer de colo de útero para as mulheres.

 

Essa publicação comprova que os cuidados com a própria saúde são fundamentais para prevenir o câncer e outras doenças.

 

Comece aos poucos, a mudança de hábitos é um processo, mas o importante é tomar uma atitude!